“O Senhor enviará de Sião o cetro do seu poder, dizendo: Domina entre os teus inimigos”.
Salmos 110.2

Dizem os estrategistas de guerra que se alguém vai a uma batalha e tem informação plena do seu próprio poder de fogo, dos seus soldados e armamentos e, além disso, conhece bem o seu inimigo, dificilmente perderá essa luta.

Fazendo uma analogia entre a situação acima e a do crente e seu adversário, podemos afirmar que aquele que conhece a Deus, conhece a si mesmo e também ao seu inimigo, certamente será vitorioso em todas as batalhas que travar.

Conhecer a Deus significa, em primeiro lugar, conhecer a Sua vontade e o seu propósito em nossas vidas. Mas não basta só saber qual é a vontade de Deus (o que já é uma tarefa bem difícil para a grande maioria); temos que cumprir a sua vontade, realizando o que ele nos pede.

O melhor exemplo disso vem do nosso Salvador Jesus Cristo, pouco antes dele enfrentar a morte na cruz, conforme relatado no Evangelho de Lucas:

“Pai, se queres, passa de mim este cálice; contudo, não se faça a minha vontade, e sim a tua”.
Lucas 22:42

Conhecer a si mesmo é ter consciência da natureza tricotômica humana, formada de corpo, alma e espírito.

Que “as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas.”
2Coríntios 10:4

Conhecer a si mesmo é saber que

“a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer”
Gálatas 5:17

E, por último, mas não menos importante, conhecer o inimigo é saber que

“a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes”.
Efésios 6:12

Não esquecendo que

“o diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar”
1Pedro 5:8

E que para combater satanás só há um meio:

“Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”.
Tiago 4:7